quarta-feira, 31 de março de 2010

~~'A dor de minha alma



Enganaram-me as cerejeiras desse pomar,
Disseram-me que sabiam amar.
Acreditei, errei e tive que partir.
Andava só, ignorando as flores, tentando não sentir.

Mudei o caminho
Entrei na floresta e com uma raposa encontrei.
Dizia saber a verdade e amar como nunca amei.
Dissera-me que nunca partiria,
E que se eu a amasse,
Com a dor de minha alma ela sumiria.

Não acreditei, errei e a vir fugir.
Ela chorava, enganara-se por amar a mim.
Eu disse que a admirava,
Mas o meu amor ela deveria esculpir.

Um pássaro, desses de grandes asas,
Que voam acima das copas das árvores
Não acreditava que a raposa de mim gostasse.
Abrigou-me em seu ninho.
Com olhos transbordando certeza
Olhos de águia feroz
Pediu que eu o amasse e assim curaria a minha tristeza.

Pobre pássaro de grandes asas e olhos de águia feroz
Como o amaria, se o meu coração a raposa levou?
Contei-lhe a verdade, e ele também chorou.

Decidida, procurei o meu coração.
Encontrei-o jogado, largado,
Sobre o estrume de um animal qualquer,
Sujo, apodrecendo, algo que ninguém mais quer.

Embaraçada e ressentida não sabia o que fazer,
Porém, ao pássaro de grandes asas esse órgão oco entreguei.
Ele olhou e sorriu
Disse que era o coração mais lindo que já viu.
Envergonhada, corei.
Um pássaro esperto sabia exatamente o que dizer.

Um coração limpo para o meu peito voltou
Com movimentos ritmados, sentia o sangue bombear.
O pássaro sorria, sabia o que estava para conquistar.
Mas a raposa nesse momento chegou
Disse que em meu peito, o seu nome tatuou,
E que a cada batida, dela haveria de lembrar.

Como pude acreditar,
Que o passado some se estou em outro pomar,
Que a chuva passa inteira
Para nunca mais voltar.
Como pude esquecer
De no presente viver
E com o futuro sonhar.

Oh pássaro que voa alto no céu
Sou egoísta em demasia para o deixar.
Peço que tire de mim esse nome gravado com letras de mel,
Pois sou amor e com você quero voar.

(Dinely Borges)

Um comentário:

  1. Realmente, esse foi um das coisas mais linda que li!
    As vezes é bom ver e poder sonhar, com algo de tão bom que é o amor!
    Mas para dai podermos realizar esse sonho de amar, temos que passar por muitos obstaculos! Que muitas vezes, fazem as pessoas desistirem de ser Feliz!

    Realmente gostei muitoo desse poema!

    ResponderExcluir

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...