domingo, 19 de setembro de 2010

~~' Visita de passarinho- Dinely Borges

Um pássaro veio me visitar,
Assim, perto de mim, sem medo
Logo começou a cantar.
Um canto mais agudo
Mais de mundo, som perfeito.

Envolvendo-me de um jeito
Que o meu desfecho foi adormecer.
Então de pálpebras cerradas
Caminhando pelos desertos
Encontrei-o cantando, mas ferido no peito.

Perguntei se não doía
Ele dizia doer apenas quando não cantava.
Admirada não contentei apenas com este parecer.
Perguntei sobre o que sonhava,
Ele dizia que isso não podia ter.

Esse pássaro pequeno que me encantava,
Eu sentia-me tão menos que nada
Até o conhecer.
Pedi para que me despertasse
Ele fitou-me e disse: “eu sou você”.

Com o coração em saltos, acordara.
Olhei pela janela e o pássaro ainda lá estava.
A voz que só o silêncio poderia ouvir
Coloquei todos os meus sonhos em um passarinho.
Que voou distante, para um novo caminho.

0 comentários:

Postar um comentário

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...