sábado, 16 de abril de 2011

~~'Verdadeiro amor - Dinely Borges



Pensei muitas vezes conhecer o amor. Mas concluo que ainda com estes olhos não o encontrei. Não o verdadeiro amor. A ilusão mostrou-se revestida de confusos sentimentos. Enganam-se muitos, pois acreditam viver o amor. Ainda que triste seja o fato, ele deve ser dito. O amor não traz com ele o ciúme, a preguiça, a dor, o pranto, o orgulho, a vaidade, as noites em claro, e os copos de álcool. Não sufoca, não esconde, não tem vergonha da família. Não mata, não consome, não morre. O amor é contrário a qualquer sentimento mundano, por isso desconheço o amor. Uma vez que apenas vejo homens. E os homens, em sua pequenez, confundem todos os significados. Pois tão contrário ao amor é o homem. Se o que digo foge ao que está escrito, perdoe-me, por fazer parte dessa espécie sei bem como trocar os significados. Não mais chamarei de amor o que chamas de amor. Para mim existirá algo além desse, tão óbvio e sutil, que as palavras não podem traduzir.

0 comentários:

Postar um comentário

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...