segunda-feira, 25 de julho de 2011

~~'O mistério de dois - Dinely Borges



Hoje estou com o coração dolorido,
Não essa dor de amor sofrido...
Estou apenas entre a ilusão
E o que me serve,
Seguindo a estrada do deixe acontecer,
Esperando pelo para sempre ou até breve.

Já não sei se me entrego
Ou se levo em mim a esperança.
Quero o abraço e beijo doce que guardo na lembrança,
Mas também o sorriso de um segredo,
Que aos poucos me apego.

Tenho medo do meu desperdício,
Das declarações e coração ferido.
Sou tão contra mim, que não me decido,
Faço do Sol e da brisa o meu suplício.

É que o meu inverno é tarde,
Longo demais. Amo-o como se ama
Todas as manhãs de primavera.
E pela solidão e espera, seja dita a verdade:
A janela de minha alma está aberta - arde,
Com o calor que vem do verão,
E as macias folhas de outono que forram o chão.

domingo, 24 de julho de 2011

~~'A Carta - Legião Urbana

Escrevo-te estas mal traçadas linhas meu amor
Porque veio a saudade visitar meu coração
Espero que desculpes os meus erros por favor
Nas frases desta carta que é uma prova de afeição.
Talvez tu não a leias mas quem sabe até darás
Resposta imediata me chamando de "Meu Bem"
Porém o que me importa é confessar-te uma vez mais
Não sei amar na vida mais ninguém.
Tanto tempo faz, que li no teu olhar
A vida cor-de-rosa que eu sonhava
E guardo a impressão de que já vi passar
Um ano sem te ver, um ano sem te amar.
Ao me apaixonar por ti não reparei
Que tu tivesses só entusiasmo
E para terminar, amor assinarei
Do sempre, sempre teu...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

~~'O que toda mulher inteligente deve saber - Steven Carter e Julia Sokol

Em primeiro lugar peço desculpas ao leitor do blog por me prolongar nessa postagem. Geralmente faço postagens curtas para não cansar quem as lê, porém por se tratar de relacionamentos eu tive de exceder um pouco, mas convenhamos, é um assunto que vale a pena!



A minha irmã não é muito de ler, porém ela quis ler esse livro. Eu amo ler e quando vi que era esse o livro que ela queria ler logo pensei: “bom, pelo menos não vou dar caviar para quem só comeu lambari”. E para variar, decidi ler junto, não sem antes dizer que se tratava de um livro clichê com psicologia barata! Bom, de certa forma eu não estava errada, é sim um livro clichê com uma psicologia de fácil percepção. Você deve estar se perguntando: Vale à pena ler? M U I TO. Apesar de saber TUDO o que está no livro, nós seres humanos temos a necessidade da repetição para analisarmos e compreendermos melhor nós mesmos e a sociedade. E a repetição aqui mostrada vem com uma dose de humor contagiante.

Vale lembrar que cada pessoa é um universo diferente, e o que está escrito nesse livro não são regras, mas conselhos, sábios conselhos. Pode ser que não se enquadre a você, porém, garanto que pelo menos uma situação que ele expõe você já passou. Então o meu conselho ao leitor é: Leia-o sob a perspectiva de terceira pessoa. Você irá se analisar em terceira pessoa e verá o que é válido ou não para a sua vida.

Selecionei algumas frases do livro e as comentei, espero que gostem.


• "Mesmo que você seja a mulher certa, o homem errado continuará sendo o homem errado."
Comentário: Não adiantar querer que ele seja o que você quer, não espere que ele mude. Por mais que você faça tudo certo, se for para não ser, não será! 

"Chorar é algo que se faz em casamentos e funerais... e não nas noites de sábado." 
Comentário: Chorar faz parte do ser humano, mas convenhamos que nem todos merecem nossas lágrimas, principalmente aqueles que não dão valor nelas ou não ligam para a existência delas. Lembre-se que quem já te fez chorar uma vez, deve lhe dar motivos em dobro para sorrir, mas não pense que esse sorriso pagará a sua cota de dor.

"Há uma grande diferença entre ele estar passando por uma fase e você estar sendo deixada de lado." 
Comentário: Essa é fatal! É fácil entender o quanto você é importante para alguém se trocar os papéis, basta lembrar do que você deixou de fazer, do que você polpou o outro, será que ele faria o mesmo? Não? Então desculpe, mas você está sendo deixada de lado! 

"Homens bonitos e charmosos parecem plantas delicadas e exóticas — precisam de atenção constante. Se você se esforçar muito, talvez receba flores uma vez por ano."
Comentário: Está em busca do príncipe encantado? Eu sei onde ele está! Na Disneylandia tem muitas opções! E já dizia a minha mãe: "homem muito bonito, trabalho em dobro." Está preparada para ser rejeitada, não ser ouvida, viver em constante disputa e desconfiança? Então namore um pseudo Brad Pitt.

"O que há de errado com as obsessões? Nada, se você não se importar de se sentir deprimida praticamente o tempo todo."
Comentário: Pessoas que são obsessivas por outra, geralmente irão ver a outra pessoa em um relacionamento, vão sofrer por isso, querer matar quem está com a pessoa, fazer planos futuristas inimagináveis e com certeza impossíveis, se consumir ouvindo música de fossa!

"Se você acha que está ficando muito tempo deitada no sofá sozinha, sonhando acordada, chorando, você não está amando — você está obcecada."
Comentário desnecessário.

"Se você se vê constantemente perturbada, preocupada com as características de seu relacionamento e em busca de dicas e pistas que a ajudem a compreender o que está acontecendo, você não está amando — você está obcecada."
Comentário: Como anda o seu relacionamento? Faça o teste e descubra a afinidade entre você e seu parceiro. Você é ciumenta? Descubra até onde é capaz de chegar por quem você ama. Ele está afim de você? Esse teste verídico mostra a relação dos homens e suas perspectivas em uma relação. Amiga, se você nunca fez um teste desses, parabéns! Você é uma raridade. Se você já fez, não se envergonhe, mas lembre-se que não é um papel que vai lhe mostrar a personalidade de alguém, a sua relação, mas sim as atitudes, a convivência com o outro. Para compreender a sua relação basta uma única coisa: Observação, e não obsessão!

 "Precisa de um homem para se sentir importante."
Comentário: Engraçado como são as coisas, sabia que desde quando você nasceu você é importante? Não? Quer dizer, antes mesmo de nascer você já estava poluindo o meio ambiente e gastando os recursos naturais do planeta, e isso é importante! Brincadeiras a parte, antes do homem, veja o mundo, e antes do mundo, veja você. Você é tão importante quanto um grão de areia no deserto ou o presidente dos EUA, depende apenas da direção que você segue e confiança que deposita em você.

"Esquece que um relacionamento pode causar o mesmo número de problemas que soluciona."
Comentário: Quantas vezes eu ouvi: "fulano me ajudou a esquecer o ciclano." Tá, que bom para você! Mas e se o fulano terminar com você? Quem vai te ajudar a esquecer o fulano? E se o fulano te machucar? Um relacionamento não cura, não salva, ele pode colaborar para ajudar você quando você se permitiu ser ajudada e quis buscar algo melhor para si mesma.

"A sua falta de auto-estima e de bom senso é um fator que controla sua vida. E é por isso que ela sempre acaba com homens que não a merecem."
Comentário desnecessário.

• "Se estiver sempre envolvida com o Homem Errado, você poderá não ter nunca a oportunidade de conhecer o Homem Certo."
 Comentário: E já dizia o ditado: "antes só que mal acompanhado." Se você está com alguém por convenção, medo de ficar sozinha, porque se acha feia e acredita que não conseguirá arrumar outro, etc, pense duas vezes, talvez esteja perdendo a oportunidade de ser feliz com alguém capaz de lhe trazer uma felicidade verdadeira.

"Um homem que é excessivamente romântico no início de um relacionamento às vezes está passando férias no reino da fantasia. Quando voltar à Terra, pode aterrissar em cima do seu coração."
Comentário desnecessário.

"Um homem que não sabe "o que quer" não merece o que tem."
Comentário desnecessário.

"Se você continua amando alguém que a está magoando, um dia você não estará mais se amando."
Comentário: Fato, sem mais.

• "Se os homens errados estão sempre encontrando você, isso significa que você está enviando sinais errados."
Comentário: Depois dizem que tem gente que tem dedo podre. Eu digo que tem gente com sinal podre.

"Viver com o homem errado pode ser mil vezes mais solitário do que viver sem nenhum."
Comentário desnecessário.

"Se um homem a humilha, ele está tentando diminuir a sua auto-estima para torná-la mais dependente dele."
Comentário: Se você aceita a humilhação, você está imediatamente se rebaixando diante de quem a humilha. Não estou dizendo para fazer cena e escandalizar, apenas reflita a atitude e veja se é aceitável, se não for, em nossas vidas há uma coisa que se chama mudança e outra que se chama possibilidade. Vá atrás das suas!

"Ele pode tentar controlá-la isolando-a ou afastando-a de seus amigos e de sua família. Ele pode tentar controlá-la com exigências incessantes."
Comentário: Sabe o que é o pior disso tudo? Que você vai achar que ele é o único no mundo que te compreende!


"Confie mais em sua inteligência do que em seus hormônios."

"Mulheres inteligente sabem escolher relacionamentos que a façam feliz e permitam que ela cresça."

"Uma mulher inteligente jamais se esquece de que ela é uma pessoa especial, com ou sem um homem em sua vida."

"As mulheres inteligentes sabem qual é a diferença entre amor e desejo."

"As mulheres inteligentes sabem que todos os bons partidos talvez já estejam comprometidos, mas muitos dos maus partidos também estão."

"As mulheres inteligentes sabem que ter consciência do seu próprio valor significa saber o que você tem a oferecer e não oferecê-lo rápido demais."

"A auto-estima não é apenas um termo da moda. Ela é a essência de qualquer relacionamento positivo que você possa ter."

"Às vezes, a única pista que um homem autêntico e sincero lhe fornece é o fato de não se parecer com nenhuma das suas fantasias românticas, ou seja:... Ele não diz o tipo de coisas românticas que você sonha escutar — pelo menos, não até conhecer você há um bom tempo."

"As mulheres inteligentes sabem que um homem que se apaixona rapidamente pode se desapaixonar com a mesma rapidez.."

"As mulheres inteligentes sabem qual é a diferença entre um marido em potencial e um desastre em potencial."

• "As mulheres inteligentes sabem qual é... A diferença entre estar apaixonada e estar sofrendo."

• "Se um homem esta realmente interessado em uma mulher, ele não se importa de esperar; na realidade, muitas vezes ele prefere isso"

"Se você não consegue encontrá-lo, perca-o."

"As mulheres inteligentes sabem que um homem que não aparece ou não telefona quando diz que vai ligar não vale o papel onde o número do seu telefone está anotado."

• "Uma mulher inteligente tem o bom senso de usufruir aqueles momentos de sua vida em que está sem ninguém."

"A mulher inteligente tem o bom senso de gostar de um homem que tem uma vida plena sem ela, mas quer estar com ela mesmo assim."

"Uma mulher inteligente sabe também que só pode confiar em si mesma para proteger o seu corpo."

"Se ele se apaixonar por você, vai ser pelo que você é e não porque você sabe grelhar um bife."

"As mulheres inteligentes sabem que embora seja doloroso abandonar um sonho, às vezes é a única coisa inteligente a fazer."

"As mulheres inteligentes sabem que alguns relacionamentos não deveriam sequer ter começado."

"As mulheres inteligentes sabem que a única pessoa com quem você é totalmente compatível é você mesma."

"Ser inteligente pressupõe viver no presente e usufruir tudo o que ele oferece."


~~'Frase- Martha Medeiros


Onde, afinal, é o melhor lugar do mundo? Meu palpite: dentro de um abraço.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

~~'Frases - Dinely Borges


 Ainda guardei alguns versos seus; não por lhe ter amor, mas pelo amor com que foram feitos. 

domingo, 17 de julho de 2011

~~'Convenhamos - Dinely Borges


Os meus olhos ainda buscam
Com a mesma incerteza de sempre.
O que deveria fazer para amar,
Amar assim, como sempre quis
Livremente.

É que me apetece cantar os sentimentos
Os mais bonitos, que estão contidos.
Nunca me deixam abrir as assas
E dizer o que está em mente.

Os meus olhos ainda buscam
Com a mesma incerteza de sempre,
O momento mais oportuno
De abraçar e sorrir, e deixar-me sentir,
Mas o mundo me condena
A certeza das convenções.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

~~'Personagem - Cecília Meireles


Teu nome é quase indiferente 
e nem teu rosto mais me inquieta.  
A arte de amar é exactamente 
a de se ser poeta. 

Para pensar em ti, me basta 
o próprio amor que por ti sinto:  
és a ideia, serena e casta, 
nutrida do enigma do instinto. 

O lugar da tua presença  
é um deserto, entre variedades: 
mas nesse deserto é que pensa  
o olhar de todas as saudades. 

Meus sonhos viajam rumos tristes  
e, no seu profundo universo, 
tu, sem forma e sem nome, existes,  
silêncio, obscuro, disperso.  

Teu corpo, e teu rosto, e teu nome, 
teu coração, tua existência, 
tudo - o espaço evita e consome:  
e eu só conheço a tua ausência. 

Eu só conheço o que não vejo.  
E, nesse abismo do meu sonho,  
alheia a todo outro desejo, 
me decomponho e recomponho.


quarta-feira, 13 de julho de 2011

~~'Morte da Poetisa - Dinely Borges


A poetisa morreu,
E os seus versos se foram
-Todos tristes-

Ela ainda espera
Que voltem bem depressa,
Por isso com o papel insiste.

Mas agora ela não era poeta
Não sabia mais como tecer palavras.
Sabia ler poemas,
E sofrer pelas linhas ali traçadas.

Queria ter de volta
A solidão e dor triste,
Elas cantavam-lhe a melodia
Para a mais feliz das poesias.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

~~'Parágrafo-Dinely Borges


E dizer o que eu era, me faria ser. Não que eu fosse, ou que imaginasse ser. Mas se daquele momento em diante eu acreditasse, então seria. Só que o vento disse, e foi mais claro que um relâmpago. Ele disse que não diria. Então eu não sei o que estou. Não sei estar alegre ou triste. Não sei me repartir nas lágrimas ou em sorrisos, mas acontece e eu me reparto. É que eu não reclamo também. A alma sempre tentando compreender. Logo me arrependo. A palavra que não serve para dizer. Então para que serve? Talvez o problema, e como eu já esperava antecipadamente, nem se quer posso dizer premonitoriamente, o problema sou eu. Eu e a única coisa que sei de mim. E a única coisa de mim que eu sabia, era que eu não estou... Acho que não estou; eu sou o estado de não ser! O estado de não ser me remetendo ao nada. Porque o nada não se classifica, nem se quer se pensa. E por não se pensar, se aceita. Eu sou o verdadeiro nada. Porque eu nunca escolhi, nunca me foi permitido escolher. Sempre escolhida. Sempre aceitando. E ser o estado de não ser não me garante o luxo de questionar. Mas acontece que uma hora a gente cansa da gente. O que sou é tão raro quanto qualquer outro. O que sou é tão calmo, que qualquer mudança seria demasiadamente forte. Quem diria talvez eu goste de não ser, talvez eu seja para isso. E se agora me conformo com isso, não serei jamais a brisa, não irei escolher, mesmo que isso me cause dor. Já sofro. Lágrimas teimosas represam os meus doloridos olhos. Como eu gostaria de ser, de escolher, escolher do meu jeito. Mas isso seria ser exatamente o contrário de mim. Ser o meu contrário não seria ser eu. Ser o meu contrário é tão perigoso que me contêm. Eu de meu casulo, vejo o mundo, mas querendo mais. A sede inesgotável de sentir as minhas asas no vento. Logo ele, que fora gentil e claro, claro como um relâmpago, dizendo em suas parcas palavras, o que não poderia dizer. Olhei para o mundo e entendi. O meu querer é demais. É demasiadamente pesado, que de pesado não posso com ele. Se eu esticasse as minhas pequenas e ingênuas asas para o vento, e sutilmente, começasse a voar, furacões seriam formados nos Estados Unidos da América (Teoria do Caos).

quarta-feira, 6 de julho de 2011

A Montanha e o Rio

No auge da Revolução Cultural chinesa, Ding Long, um jovem e poderoso general, gera dois filhos. Um deles, legítimo. O outro, nascido de uma jovem camponesa que se atira do alto de uma montanha poucos momentos depois do parto. 

Tan cresce em Beijing, cercado de luxo, carinho e conforto, ao passo que Shento é criado nas montanhas por um velho curandeiro e sua esposa, até que a morte do casal o leva a um orfanato onde passa a viver sozinho, assustado e faminto. Separados pela distância e pelas condições de vida, Tan e Shento são dois estranhos, que crescem ignorando a existência um do outro.
´A montanha e o rio´ narra a saga desses dois irmãos que trilham caminhos distintos, mas cujas vidas se encontram quando se mesclam inevitavelmente aos acontecimentos que marcam a história política e social da China no final do século XX.
Numa trama repleta de conspiração, mistério e paixão, Tan e Shento se tornam inimigos ferozes tanto no campo político quanto no pessoal, pois, por um capricho do destino, se apaixonam pela mesma mulher, o que contribui para acirrar ainda mais o ódio que sentem um pelo outro. Com esta história envolvente, que levou oito anos para ser concluída, Da Chen, conhecido por suas obras memorialísti- cas, faz sua primeira incursão pela área da ficção. A marca de Da Chen está por certo presente nesta narrativa que possui também traços do romance histórico e é perpassada pelas milenares tradições do Oriente e suas relações com o mundo ocidental.



Comentário pessoal: É muito interessante, eu gostei bastante, principalmente pelo fato de nunca ter lido um livro literário sobre a china, mao tse-tung, o comunismo chinês e tudo mais. Achei fantástico como o autor consegue contar a história focando em cada capítulo um dos três personagens principais. Devo advertir que ele contém cenas fortes, mas era de se esperar, já que trata justamente do período de transição da china comunista para certa abertura capitalista. Ele retrata o lado oculto, sujo, da china e do que o ser humano é capaz para alcançar o que deseja, mas, ao mesmo tempo, mostra o lado mais belo, a honra, o amor, e que não importa o quão difícil seja morar em um país rígido e conflituoso, porque nenhum outro lugar do mundo é seu berço. Se você gosta de surpresas, tensão, medo, amar e odiar e amar novamente um personagem, esse livro irá lhe satisfazer. Só não espere muito dele, como eu esperei, admito que decepcionei um pouco. Ele lhe surpreenderá e lhe prenderá do início ao fim se você não fantasiar muito como ele deve ser, sem o ler.

terça-feira, 5 de julho de 2011

~~'Maria Angélica - Homenagem


Hoje é um dia muito especial. É o dia em que comemoro o nascimento de minha mãezinha de coração! ♥ Eu não poderia deixar de homenageá-la nessa data tão importante para mim e para os que a cercam.

O que dizer de você meu amor... Eu tive o privilégio de lhe conhecer, a honra de ser sua aluna e a ousadia de adotá-la como mãe. Você não só me ensinou geografia, mas também a respeitar, a confiar mais nas pessoas, a amar os que estão a minha volta. Ensinou-me que com um único abraço, você abraça o mundo!
Acredito que para alcançar a realização pessoal, devemos passar pelas dificuldades e os momentos de felicidade com a mesma alegria de viver. E não foram poucas as vezes que eu a vi com lágrimas nos olhos, mas um sorriso na alma.
De todas as coisas belas que me ensinou, uma das que mais me marcaram é que você nunca desistiu. Não desistiu quando era adolescente e os tempos eram difíceis, você estava lá, lutando por um ideal, e cantava: “...quem sabe faz a hora não espera acontecer...”. Não desistiu na frente da sala de aula, mesmo quando os alunos não eram os melhores. Soube compreender e enfrentou grandes furacões para defender a profissão que ama. Por isso fez da escola, o seu palco para disseminar o saber. E não desistiu agora, sempre enfrentando as dificuldades, superando a cada dia os problemas que a vida trás.
A você, desejo de todo o coração, muitas felicidades, muitos momentos de alegria, continue sendo sempre essa menina mulher, essa mãe especial que cativa a todos. E já que você com esse amor enorme que carrega, abraça o mundo, sinta que o mundo agora também abraça você!

Amo-te muito minha mãe querida!


segunda-feira, 4 de julho de 2011

~~'Parágrafo-Dinely Borges


Não é a saudade. Não é a sua ausência refletida no que te traduz. Não é a minha solidão. Por que no tempo de minha espera, eu aprendi que as estações mudam, as pessoas mentem. Aprendi que a paixão acaba, mas que o sol brilha caloroso no dia seguinte. Aprendi que em mim, não há nada de ti que excede a tua ausência-única que ficou. Nada que faça o meu peito queimar outra vez. Mas entenda como eu lhe quero bem. E agora não confunda isso com amor. Depois me perdoe se não demonstro da melhor forma. É que aprendi enfim, que não preciso de ti. Não preciso que estejas comigo para sempre. Aprendi que irás partir e depois de dias tempestuosos voltarás, como se nada tivesse acontecido. Agora aprenda que não me importa mais, se vais ou se ficas... O tempo de minha espera me mostrou um mundo de possibilidades, tão infinitas e tão bonitas que nem quero mais perder um segundo a imaginar se vais voltar, se vais ficar, se vais me amar. Porque amo como ama o amor, e hoje, o amor a mim foi dado. Bem distante dos teus braços descobri o meu maior amado.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...