quarta-feira, 6 de julho de 2011

A Montanha e o Rio

No auge da Revolução Cultural chinesa, Ding Long, um jovem e poderoso general, gera dois filhos. Um deles, legítimo. O outro, nascido de uma jovem camponesa que se atira do alto de uma montanha poucos momentos depois do parto. 

Tan cresce em Beijing, cercado de luxo, carinho e conforto, ao passo que Shento é criado nas montanhas por um velho curandeiro e sua esposa, até que a morte do casal o leva a um orfanato onde passa a viver sozinho, assustado e faminto. Separados pela distância e pelas condições de vida, Tan e Shento são dois estranhos, que crescem ignorando a existência um do outro.
´A montanha e o rio´ narra a saga desses dois irmãos que trilham caminhos distintos, mas cujas vidas se encontram quando se mesclam inevitavelmente aos acontecimentos que marcam a história política e social da China no final do século XX.
Numa trama repleta de conspiração, mistério e paixão, Tan e Shento se tornam inimigos ferozes tanto no campo político quanto no pessoal, pois, por um capricho do destino, se apaixonam pela mesma mulher, o que contribui para acirrar ainda mais o ódio que sentem um pelo outro. Com esta história envolvente, que levou oito anos para ser concluída, Da Chen, conhecido por suas obras memorialísti- cas, faz sua primeira incursão pela área da ficção. A marca de Da Chen está por certo presente nesta narrativa que possui também traços do romance histórico e é perpassada pelas milenares tradições do Oriente e suas relações com o mundo ocidental.



Comentário pessoal: É muito interessante, eu gostei bastante, principalmente pelo fato de nunca ter lido um livro literário sobre a china, mao tse-tung, o comunismo chinês e tudo mais. Achei fantástico como o autor consegue contar a história focando em cada capítulo um dos três personagens principais. Devo advertir que ele contém cenas fortes, mas era de se esperar, já que trata justamente do período de transição da china comunista para certa abertura capitalista. Ele retrata o lado oculto, sujo, da china e do que o ser humano é capaz para alcançar o que deseja, mas, ao mesmo tempo, mostra o lado mais belo, a honra, o amor, e que não importa o quão difícil seja morar em um país rígido e conflituoso, porque nenhum outro lugar do mundo é seu berço. Se você gosta de surpresas, tensão, medo, amar e odiar e amar novamente um personagem, esse livro irá lhe satisfazer. Só não espere muito dele, como eu esperei, admito que decepcionei um pouco. Ele lhe surpreenderá e lhe prenderá do início ao fim se você não fantasiar muito como ele deve ser, sem o ler.

2 comentários:

  1. Eu adorei esse livro, mas confesso que fiquei decepcionada com o final. Esperava algo mais emocionante, sei lá. Mas o livro é ótimo e recomendadíssimo. :)

    ResponderExcluir
  2. Muita gente não gostou do final mesmo. Eu particularmente não me surpreendi, não achei ruim, mas senti que ficou faltando um pouquinho, podia ser melhor, mas como o livro todo foi realista, pq o fim teria de ser diferente?! Então acho q ele fez uma boa simetria do início ao fim.

    ResponderExcluir

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...