quarta-feira, 24 de agosto de 2011

~~'Palavras do amanhã - Dinely Borges


Perdoe-me ao dizer o que sinto
E não apenas o que vejo.
Digo logo, não minto
Até facetar doce desejo.

Algoz de mim mesma
Despejo palavras fadadas
Que encontraram o meu coração,
Correndo nas veias e morrendo em lágrimas.

Perdoa-me se tão logo me arrependo
Pois apenas bordejo paz.
Interdito veemente o texto
Ao ver o futuro nas lembranças do ontem.


0 comentários:

Postar um comentário

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...