sábado, 29 de outubro de 2011

~~'Um sonho do passado- Dinely Borges


Às vezes respira-se a falta
E ela invade os pulmões
Roubando discretos suspiros
De esquecido coração.

Faz da saudade uma palavra doce,
Alimenta a ilusão.
A realidade não significa mais nada
Porque a vida é apenas o que quero ver
-E eu vivo de imaginação-

Imagino a voz silenciada,
O amor que já foi florido
A vida que já foi vivenciada,
Desejando um pouco mais do tempo ido.

Só então percebo
Esse filme não é colorido...
É tão passado e repetido,
Cansa e esgota a minha intenção.

Só então percebo
Que ás vezes respira-se a falta
E basta apenas respirá-la
Para sufocar-me em devaneios.

Às vezes a razão conspira
Trazendo-me de volta a realidade,
O presente é mais bonito
E o futuro é infinito,
Então silencio a ira
De uma monstruosa saudade.


0 comentários:

Postar um comentário

O seu comentário é sempre bem vindo!
Opine, comente, se expresse! Este espaço é seu!

Espero que tenha gostado do blog! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...