domingo, 19 de agosto de 2012

~~'Hope Has A Place (Tradução) - Enya


A Esperança tem um lugar

Uma olhada no amor e você pode perceber que
Ele tece uma teia sobre o mistério,
Todos os fios emaranhados podem arrebentar.
Pois a esperança tem um lugar no coração de um amante.
A esperança tem um lugar no coração de um amante.


Mundo sussurrante, uma saudade de saudades,
A vazante e o fluxo das marés do oceano.
Um sussurro, uma palavra pode acabar ou pode originar
Uma esperança num lugar do coração do amante.
A esperança tem um lugar no coração de um amante.


Olhe o amor, você pode sonhar
E se ele for acabar, então dê-lhe asas.
Mas se tal amor estiver destinado a acontecer;
A esperança está em casa, e o coração está livre.


Sob os céus nós viajamos para longe,
Nas estradas da vida, somos os viajantes,
Então permita ao amor surgir, então permita ao amor partir,
Permita a esperança ter um lugar no coração do amante.
A esperança tem um lugar no coração de um amante.


Olhe o amor e você pode sonhar
E se ele for acabar, então dê-lhe asas.
Mas se tal amor estiver destinado a acontecer;
A esperança está em casa, e o coração está livre.
A esperança está em casa, e o coração está livre.


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

~~' A Via Crucis do Corpo


Eu não resisto mesmo a literatura de Clarice Lispector! Mesmo que ela esteja em uma temática, como podemos dizer, um pouco diferente...
Para tentar deixar claro o que eu quero dizer, sem fazer comparações entre autores, apenas para ilustrar, imagine a escritora da saga Crepúsculo, Stephenie Meyer, escrever um livro sobre a cultura grega... Difícil não? 
Pois foi isso mesmo que Clarice fez nesse livro... Ele está repleto de desejos humanos! Coisas que não são fáceis de se admitir, estão ali, muito bem escritas, na total realidade, marca de Clarice. E quando você percebe, você já leu! Simples assim! Não dói! Mas tem que ter coragem para mergulhar nessa leitura. Nunca vi tantas explicações das razões que levaram um livro a ser publicado igual a esse, no começo existe uma nota  prévia e inclusive tem um capítulo inteiro dedicado a explicações . Adivinhem o nome do capítulo? EXPLICAÇÃO. Confesso que isso chegou a me irritar um pouco, mas li tudo, com muita consideração, pois tenho tanto carinho e respeito por Clarice que me recuso a virar uma página de um livro dela sem ter vasculhado cada vírgula. E valeu muito a pena ler a explicação, você percebe o olhar dela como escritora, mãe e alma livre que ela era. Tenho que deixar claro que não é um livro pornográfico. A maioria dos autores que escrevem sobre o desejo, desejo sexual, dão asas a imaginação e vira o que todos já sabemos, mas a Clarice abordou o assunto de forma sutil, crítica, às vezes irônica, outras vezes até mesmo engraçada. Tenho certeza que quem ler o capítulo que deu nome ao livro, Via Crucis, também irá se divertir muito, ao mesmo tempo que se choca com realidade de "é... isso acontece!". É um livro excelente, que vale a pena ler!

---#---

"Ela era sujeita a julgamento. Por isso não contou nada a ninguém. Se contasse, não acreditariam porque não acreditavam na realidade."
-Miss Algrave-

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

~~' Morte para viver - Dinely Borges


Estava com medo e devia calar-se. Outrora falara, mas não a entenderam –entender- Quem entenderia? Para entender antes de tudo deveriam sentir a mesma coisa. Calou-se. Mataria o medo como ele também a matava, só assim os dois teriam fim.

-Dinely Borges-


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...